25 de abr de 2014

FAMÍLIA VICTER, por PAULO ROBERTO VICTER

Caro Adriano,

        A minha Família se origina do Cantão de Fribourg / Suiça. O sobrenome de nossa Família pelo registro de passaporte datado de 08/11/1855 - 17/06/1857 [ dpCii.14], fol.67 : é WICHT.
        O meu  tetra-avô  chamava-se Joseph Wicht nascido em Montévraz em 1807;casou-se em Praroman em 1839; viveu em Bulle " Le Tonnelier" de 1840-1844; em Lentigny de 1848-1853 e Montévraz de 1854 - 1856. Veio para o Brasil em 1856 com 5 filhos : Pierre-Joseph-Amédé-Wicht (17a); Constantin-Joseph Wicht (14a); Athur e Virgine ( 9a gêmeos ) e Joseph Wicht ( 8 a ).
        Acontece que no Brasil ocorreu uma corruptela do nome à partir de 16/11/1867 quando por ocasião do casamento do seu filho primogênito Pierre-Joseph Amédé Wicht  X Marie Justine Piller, os seus nomes então passaram a ser : Pedro José Amadeo Vight e Maria Justina Piller.  Devido ao fonema da letra "W" como se fosse pronunciada a letra "V" em português, foi escrito a letra "V" no lugar da letra "W". Posteriormente a letra "G" transformou-se na letra "C" e surgiu "Vicht" e veio a corruptela " Victer". Foi grafado Victer e permaneceu VICTER, sendo oficializado.
         Todas essas passagens deixaram dúvidas em nossa origem, posto que não temos além dessas informações, outras que possam comprovar o local de origem. Temos uma cópia de um Certificado de Primeira Comunhão de Pierre-Joseph datado de 21/12/1851 na Igreja de Lentigny e mais nada.  Não temos como precisar o navio que eles vieram para o Brasil. No entanto o meu tetra-avô foi contratado como veterinário na Fazenda Annonciade , distrito de Sana, provincia do Rio de Janeiro, de propriedade de Jean-Auguste Constanti Stocklin no ano de 1856.
        Portanto, de volta as raízes, soube que os Cartórios e as Igrejas Cantorais possuem importantes dados genealógicos de clãs inteiros. Pergunto:  Qual seria o melhor caminho para obter uma cópia da Certidão de Nascimento ou de Casamento do Joseph Wicht  X Françoise Blanc em Praroman em 1839 e fechar de uma vez por todas a grafia correta de nosso sobrenome ?
                                                                                        
Reproduzo na íntegra o e-mail recebido do meu amigo PAULO ROBERTO VICTER que está em contato com a Suiça para desvendar de uma vez por todas, como ele mesmo escreve, esta questão.

Batismo de JOSÉ DIAS PINTO CARNEIRO JUNIOR


Registro de batismo de JOSÉ, acredito que JOSÉ DIAS PINTO CARNEIRO JUNIOR, nascido em 07 de abril de 1872, batizado em 13 de junho de 1872, na Igreja de Santo Antônio do Paquequer, em Teresópolis, Estado do Rio de Janeiro. Filho de JOSÉ DIAS PINTO CARNEIRO e MARIA LUDOVINA DE ARAÚJO.
Vai se casar mais tarde em Petrópolis, com IDALINA MACEDO VIEIRA.
Foi um achado importante, pois traz uma data mais aproximada para o casamento de JOSÉ DIAS PINTO CARNEIRO E MARIA LUDOVINA DE ARAÚJO, para, por volta de 1870.

Procuram-se informações sobre GUSTAV KNETSCH


Gustav Knetsch em uniforme provavelmente alemão da 1ª Guerra Mundial. Há evidências de que provavelmente ele tenha falecido durante o conflito.
Teria deixado, portanto, sua esposa Ida Knetsch, viúva, bem como seu filho HERBERT KNETSCH, o qual emigrou para o Brasil, para cidade de Porto Alegre, proveniente de Breslau, Schlesin, Alemanha, mas atual território da Polônia (Wroclaw).
Qualquer informação seria muito bem vinda!

*Contribuição de Roger Knetsch.

22 de abr de 2014

Óbito de DOMINGOS JOSÉ DE SOUZA BRAGA


Domingos José de Souza Braga, nasceu por volta de 1827, na Freguesia de São Paio de Seromil, Amarante, Braga, Portugal, conforme certidão de batismo localizada por MATEUS CAMPELO.
Aqui reproduzimos a certidão de óbito, ocorrido em 05 de abril de 1890, em Teresópolis, Estado do Rio de Janeiro, Brasil.

20 de abr de 2014

BATISMO DE EDUARDO. FILHO DE ANTONIO PINTO DE ARAUJO E GENOVEVA ADELAIDE SOARES DE BETENCOURT



Registro de Batismo de Eduardo Pinto de Araújo, filho de Antonio Pinto de Araújo e Genoveva Adelaide Soares de Betencourt, realizado na Igreja de Santo Antônio do Paquequer, em Teresópolis, Estado do Rio de Janeiro, no dia 29 de abril de 1865.
Recentemente, apurei que Antonio Pinto de Araújo e Genoveva Adelaide teriam se casado em Petrópolis, Estado do Rio de Janeiro.

COPIADORES DE POSTAGEM

Outro site nos copiou. O primeiro nem me dei ao trabalho de citar, pois foi vexaminoso a cara de pau.
Copiou o post sem citar a fonte.
Nosso objetivo sempre foi a divulgação dos dados aqui apresentados, como forma, inclusive, de alcançar mais dados sobre as famílias e pessoas pesquisadas. Mas a cópia, pura e simples, é algo meio tenebroso.
Segue o link para o post copiado, afanado, e publicado em outro site como de autoria dos falsos autores. E ainda COPIADO DE FORMA ERRÔNEA com confusão de dados e etc.

Segue o link para a FALSIDADE IDEOLÓGICA:

http://memoriasdeumpovo.comunidades.net/index.php?pagina=1605509169

O nome do site fraudulento é MEMÓRIAS DE UM POVO.


8 de abr de 2014

ARTHUR E MILTON LUNDGREN



Gentilmente cedido por Claudia Christina Martins Lundgren.